terça-feira, 22 de julho de 2008

V. A. - O Começo Do Fim Do Mundo


Como primeiro post com material brasileiro, posto aqui a coletânea "O começo do fim do mundo" lançado em 1982 pela New Face Records. O ano de 1982 foi o ano em que o movimento punk explodiu em São Paulo. Era o lugar certo na hora certa. Aquele ano todo, desde o começo, com os punks recolocando a Galeria do Rock e o Largo de São Bento no mapa da mídia, São Paulo, uma das cinco maiores cidades do planeta (ao menos em densidade demográfica), e com lançamento do primeiro vinil punk brasileiro, o "Grito Suburbano", entre outros acontecimentos punks, 1982 fez o movimento explodir. Tretas, desavenças e desacordos sobravam, mas também - e sobretudo - muita união e fraternidade. O país ainda sob o regime militar, e na ignorância da polícia e dos desinformados em geral, as forças punks se uniram, se fez notícia o tempo todo e o ano só podia culminar gloriosamente com o mais perfeito festival no gênero faça-você-mesmo até então realizado no planeta. Nos dias 27 e 28 de novembro, no recém inaugurado SESC Pompéia, "O COMEÇO DO FIM DO MUNDO". O festival já impactava pelo título. Que profecia era aquela, que "fim de mundo" era aquele? A mídia queria saber. A mídia e o povo. Conclamadas todas as bandas punks de São Paulo e do ABC, 20 bandas, o festival serviu também para apaziguar as rivalidades territoriais do movimento, rivalidade muitas vezes sanguinolenta. Este primeiro festival punk irá se tornar tão lendário na história da cidade e do punk quanto a dos cavaleiros da távola redonda na legenda arturiana. Tretas, claro, no festival rolaram algumas - e bastante teatrais para que a polícia montada aparecesse para fazer seu número e a mídia sensacionalista manchetar, com destaque no Fantástico e nas primeiras páginas dos jornais. De resto, o festival e o movimento punk paulistanos foram notícia na imprensa do mundo inteiro. Mas o que deixou o pessoal lá fora perplexo e fascinado foi a imagem de que no Brasil os punks se entendiam, era de fato um movimento e com certeza fariam forte presença no fim do mundo pois se mostrara presença una e fortíssima no começo desse fim. 1982 foi o ano. Por causa desse festival foi gravado um álbum em 1982 com as principais bandas que tocaram, sendo as principais do marco punk da década de 80 da cidade de São Paulo: Cólera, Inocentes, Psykóze, Lixomania, Olho Seco, Hino Mortal, Ulster e M19, muitas dessas bandas ainda estão na ativa.

Tracklist:
01- Dose Brutal - Face da morte
02- M19 - 19 de abril
03- Neuróticos - Careca
04- Inocentes - Salvem el Salvador
05- Psykóze - Papo furado
06- Fogo Cruzado - Ratos de esgoto
07- Juízo Final - Liberdade
08- Desertores - Não Quero
09- Cólera - C.D.M.P.
10- Negligentes - Herói
11- Extermínio - Holocausto
12- Suburbanos - Era Suburbanos
13- Passeatas - Direito de protestar
14- Lixomania - Punk
15- Olho Seco - Haverá futuro
16- Decadência Social - Decadência social
17- Marginal - Estado de coma
18- Ratos de Porão - Novo Vietnã
19- Hino Mortal - Desequilíbrio
20- Ulster - Heresia

DOWNLOAD

6 comentários:

Major Threat disse...

massa. Esse disco tem que ser postado mesmo. não importa que já tenha sido um monte de vezes. Parabéns pelo blog

Kika disse...

valeu ai pela visita e pelo apoio
:D
grata

Anônimo disse...

BLOG DUCA!!!
www.stayrock.com.br
APOIAMOS O PUNK TBM!!

dartherium disse...

Como faço para comprar este cd? Moro no Rio de Janeiro

Isa disse...

putz, difícil :(
não sei se tem em algum lugar pra vender no rio, e em sampa, não lembro de ter visto em cd, mas deve ter na galeria do rock.

WILLIAM disse...

O LINK NÃO ESTÁ MAIS NA ATIVA. TERIA COMO POSTAR NOVAMENTE?