sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Grazhdanskaya Oborona - Poganaya Molodej


Como estava querendo a tempos, venho com uma banda da Sibéria, U.R.S.S., formada em 1984 na cidade de Omsk. Grazhdanskaya Oborona é uma das bandas punks mais influentes da União Soviética dos anos 80, inspirou cerca de gerações seguintes do punk rock da região.
Inicialmente em 1984 a banda chamava-se "Posev" (do russo: aparição) mudando posteriormente em 1985 seu nome para Grazhdanskaya Oborona (do russo: defesa civil) em função da perseguição da KGB, a qual era uma espécie de principal agência de informação e segurança secreta exercida pela U.R.S.S.
A formação era: Yegor Letov (espécie de "messias" punk), Natalia Chumakova, Alexander Chesnakov e Pavel Peritolchin, os quais representavam a banda punk de maior cunho político do lugar, sendo a primeira banda punk do país afirmadamente anti o regime Comunista (Socialista), ao contrário das outras que depois de formaram, sendo muito conhecido o slogan de Letov : "I will always be against", símbolo mais do destrutismo punk na forma de desobediência civil. Exatamente por essa posição que as autoridades se incomodavam, motivo maior da perseguição pela KGB, o que pode ser externado em várias de suas músicas.
Lançaram um conjunto de materiais próprios (todos em tape que depois foram convertidos para CD), todos eles gravados no apartamento de Letov ou em de amigos, tudo na forma mais simples do D.I.Y., sendo um material bem simples, gravado no nome de outros pseudônimos para não haver perseguição. O local ficou tão famoso que passou a se chamar Grob Studio/Records. As gravações começaram pelo "Pogonaya Molodej" (do russo: juventude danada) no ano de 1985; no mesmo ano saiu também "Optimizm"; em 1986 saiu outra tape de nome "Igra V Biser Pered Svinyami"; em 1987 foram quatro materiais, "Mishelovka", "Horosho!", "Tolitarizm" e "Nekrofiliya"; e "Nsyo Idyot Po Planu" em 1988 para encerar os materiais deles mesmos. Nos anos seguintes participaram de apenas duas compilações: "Tour De Face Vol. 3" pela Empty Records em 1989 e o '12 "Don't Forget the Punks of Bangkok!" pela Gothic Gospel Records em 1990. A última gig deles foi em Tallinn na Estônia em 1990, sendo gravada para transformar-se em um álbum.
Com a queda da União Soviética em 1989 a banda mudou um pouco a sua postura, em 1993 teve reformulação dos integrantes da banda, transformando-a em uma espécia de banda comercial nacionalista de extrema esquerda, estragando tudo que tinham construído e criando asco por parte dos fãs. Hoje eles idolatram tudo que eles estavam acostumados a odiar profundamente e a cantar mal sobre. Independentemente disso, essa banda foi marco dos anos 80 no cena B do mundo, devendo ser muito bem lembrada.
Apesar de usar o nome da banda tudo isso ocorreu sob a autoria da banda "Velikiye Oktyabri" com Letov e a sua futura esposa Yanka Dyagileva", tendo térmimo com a morte dele em 19/02/2008.

Tracklist:
01- Poganaya molodej
02- Snaruji vseh izmereniy
03- Dvoitsa v glazah
04- Starost - ne radost
05- Ya viduman naproch
06- Nenaviju jenshin (takih, kak ti)
07- Poezd na Maluyu Zemlyu
08- Ne smeshno
09- Mama blya
10- Mikak ne nazivaetsya
11- Liricheskoe nastroenie
12- Klalafuda klalafu
13- Zoopark
14- Mama, mama...
15- Hvatit!
16- Ponos - apofeoz

3 comentários:

r0gi-rrr disse...

Great band!

soophia disse...

"Nice blog.For the latest jobs in all over Pakistan and World visit
http://toppakjobs.blogspot.com

Ivan'77 disse...

Hola,amigo!Soy de Rusia y ,lamentablemente, no se hablar portuges. Pero creo que espanol y portuges son lenguas parecidos y tu me comprenderas. Quero mencionar que en tu articulo la informacion sobre la grazdanskaya oborona es no corecta. Tu escribes : " Yegor Letov (espécie de "messias" punk), Natalia Chumakova, Alexander Chesnakov e Pavel Peritolchin", pero es el ultimo line-up y no primero de ninguna manera! Al formar eran: Egor Letov (bateria,voz), Kuzma Ryabinov (bass,voz), Andrey Babenko (guitarra)y Kurt Vasin (voz). Y ademas cabe mencionar que en el ano 2001, Egor dejo de ser nacionalista radical y nego completamente su carrera del politico. Y sus ultimos discos de los anos 2002-2007 tuvieron gran exito.